Tele-Agendamento

(62)
3220-2500

Canal Exclusivo para Comunicação via texto

(62)
99311-9589
Seg-Sex das 07h às 19h

Localize-nos

NO MAPA

Notícias

Olho biônico é a prótese mais complexa do mundo

Publicado em : 28/03/2013

Fonte : Brasil Acadêmico -

FDA aprova retina artificial que é capaz de devolver parcialmente a visão para alguns cegos.

Devolver (parcialmente) a visão para quem não pode enxergar é um milagre que a medicina já pode operar. Isso está sendo feito para alguns indivíduos portadores de retinose pigmentar avançada, uma doença degenerativa do olho que pode causar cegueira. Este é o primeiro tratamento aprovado para a doença nos EUA.

Mark Humayun, professor de engenharia biomédica na Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles, que tem desenvolvido o dispositivo nos últimos 25 anos, exlpica a finalidade do dispositivo.

 

Isso permite que pessoas que são
completamente cegas vejam o suficiente
para melhorar a sua mobilidade. Isso
permite que as pessoas consigam distinguir
a calçada e permanecer nela sem torcer o
tornozelo, ver obstáculos inesperados,
como carros estacionados, distinguir uma
mesa, ver alguém que esteja vindo por
uma porta.
Prof. Mark Humayun

Alguns pacientes podem ler letras grandes, mas a principal função do implante é dar aos pacientes visão suficiente para restaurar a mobilidade.

A prótese foi aprovada pela Food and Drug Administration (FDA) e a fabricante Second Sight, sediada em Sylmar, Califórnia, já pode comercializar o aparelho, denominado Argus II, nos EUA.

O Argus II, possui três partes principais:
Uma câmera de vídeo montada em um óculos, um computador portátil e um chip implantado perto da retina.

A câmera envia as imagens digitais para o computador montado em um cinto. O processador converte os dados de imagem em sinais elétricos que são transmitidos a um chip implantado perto da retina.

Os sinais são então enviados para uma matriz de 60 eletrodos, que estimulam as células da retina. Estes eletrodos, essencialmente, substituem as células sensíveis à luz que degeneraram. Até agora, o sistema não pode ajudar os
pacientes a diferenciar cores, mas pode dar-lhes a sensação visual suficiente para perceber os contornos das coisas próximas.

Outra próteses, como marca-passos e implantes cocleares já utilizam eletrodos para fazer a interface com o corpo. Prém nenhum é tão complicado como a prótese de retina, diz Humayun. Enquanto os implantes cocleares usam até cerca de 20 eletrodos, o Argus II usa três vezes mais e todos precisam ser ligados em um estojo biocompatível compacto que não superaqueça e que consiga tolerar os movimentos frequentes do olho humano.

Este é o implante médico mais
complicado que há, em termos do número
de eletrodos.
Prof. Mark Humayun

Um importante detalhe de segurança: não se deve fazer exame de ressonância magnética com esse aparato dentro da órbita ocular. As consequências poderiam ser catastróficas.

Dia do Farmaceutico

25/09/2017 Veja mais

SIPAT - Dia 19/05 - Filme " Como Eu era antes de Você. "

19/05/2017 Veja mais

SIPAT - Dia 18/05 - Palestra Segurança no Trânsito

18/05/2017 Veja mais

SIPAT - Dia 17/05 - Palestra Segurança no Trabalho

17/05/2017 Veja mais

Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Sipat - 02/06/2016

06/06/2016 Veja mais

Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Sipat - 01/06/2016

06/06/2016 Veja mais

Entrevista com Dr. Bruno Diniz (no Jornal O POPULAR)

20/04/2016 -  http://www.opopular.com.br/ Veja mais

Goiânia: centro gerador de bons médicos

25/03/2014 Veja mais

Evaristo Nardelli - Médico Oftamologista do Instituto dos Olhos de Goiânia

04/10/2013 Veja mais

Hábitos Saudáveis são fundamentais para evitar a retinopatia diabética

11/09/2013 Veja mais
voltar
||| Departamentos

Unidade I - Rua 9 B nº 48 Setor Oeste - Goiânia-Goiás / Brasil
Fone: (62) 3220-2500 - contato@iog.net.br

 

Unidade II - Rua Ivair Qd. 23 lT. 08/09 - Centro Clínico Integrado
(2º Andar - Sala 205 e 206 - St. Vila Brasília - Aparecida de Goiânia